image

O mundo pede hoje, líderes criativos que não temam o “fracasso produtivo”, que tenham visão e que assumam riscos. Eles devem ter a capacidade de achatar os modelos organizacionais, manejando as empresas de forma menos vertical.

Segundo John Maeda, que já foi professor do MIT (Instituto de Tecnologia de Massachusetts), e é hoje presidente da Escola de Design de Rhode Island, considerado pela revista Esquire, como uma das 75 pessoas mais influentes deste século: - “A arte e o design estão preparados para transformar a economia do século 21,  tanto quanto a ciência e a tecnologia o fizeram no século passado”, diz Maeda.

Na economia global contemporânea, as únicas constantes que os líderes encaram são a volatilidade e a complexidade. A perspectiva natural de artistas e designers - que se desenvolvem na ambiguidade - se tornou vital para os líderes. O novo tipo de liderança hoje em dia, é a criativa!

A importância de combinar técnica e sensibilidade está na parceria entre artistas e designers com aqueles que desenvolvem soluções técnicas e científicas, são os únicos que podem responder questões profundas, humanizar o problema e criar respostas compatíveis com nossos valores. E é isso que irá nos mover para a frente.

É fundamental enquadrar aquilo que importa, deixando a nossa marca, nossa identidade, que fará toda a diferença neste mundo globalizado.
Mais do que nunca, nós precisamos de uma conexão com o consumidor como ser humano. Isso começa quando fundimos esse processo com a arte, o design e o pensamento crítico.

O sucesso de empresas como o AirBnb evidencia como uma experiência bem desenhada é o que faz o sucesso de uma companhia nos dias de hoje. Assim como o Hackerspace também conhecido como Hacklab e Espaço Criativo, local real em oposição ao virtual, com o formato de um laboratório comunitário, uma oficina ou um estúdio… Seguem o espírito agregador, convergente e inspirador. Nele, pessoas com interesses em comum, normalmente em ciência, tecnologia, arte digital, design ou eletrônica podem se encontrar, socializar e colaborar.

Encerro aqui, com esta frase: o design é o DNA da sociedade.

por Angela Borsoi, arquiteta e designer de interiores
fonte: Anual Design

Como patrocinador do Clerkenwell Design Week 2014, Foscarini colaborou com a Jaguar UK para criar uma instalação dentro do dramático átrio do edifício Farmiloe. O resultado da parceria é uma escultura luminosa composta pela nova luminária de piso LED Tuareg, design de Ferruccio Laviani.

Luminárias-obras de arte Catellani&Smith, representada com exclusividade pela Light Design+Exporlux do Rio de Janeiro. O showroom fica na expansão do CasaShopping, faça uma visita e confira!

Av. Ayrton Senna 2150 bloco P lojas 208/209 - Barra da Tijuca

O estúdio de Shanghai AIM Architecture foi o responsável pelo projeto do escritório da Soho China, a construtora por trás das torres Galaxy Soho, projetadas por Zaha Hadid. Na entrada, vidro, espelhos e faixas de luz refletivas dão a ilusão de um grid infinito que surpreende quem entra.

Os produtos concebidos por arquitetos mais comentados na Semana de Design de Milão 2014

Benedetta Tagliabue para Passoni Nature: Sofa ‘BOTAN’
David Adjaye para Knoll:
The Washington Skeleton and Skin
Zaha Hadid para Citco: Tela
UNStudio para Artifort: Gemini
Daniel Libeskind para Poliform: Web
Nendo para Emeco:
The SU Collection
MVRDV para Sixinch: Vertical Village
Daniel Libeskind para Lasvit: ICE
Charles & Ray Eames (1958) para Vitra: Aluminium Chair EA 101, EA 103, EA 104
Nendoprint-chair

fonte: ArchDaily Brasil

Faleceu nesta quinta-feira, aos 73 anos, o talentoso lighting designer Peter Gasper, pioneiro na arte de iluminação no Brasil.

A Light Design+Exporlux iluminou 24 dos 25 ambientes da Mostra Artefacto Preview – 25 Personalidades por 25 Profissionais. A mostra foi inaugurada no domingo e fica em cartaz até janeiro de 2015. Passe lá e inspire-se!

Edifício Vitrine 21, SHIS QI 21 bloco B, Lago Sul - Brasília DF
Horário: Segunda a sexta, das 10h às 19h
Sábados das 10h às 16h
Entrada franca

O estúdio Piet Boon finalizou recentemente as obras que transformaram a imponente igreja de um antigo hospital militar na cidade de Antwerp, Bélgica, no restaurante The Jane, uma destinação gourmet que combina alta cozinha com um projeto de interiores que esbanja atitude. Por trás do projeto estão os chefs Sergio Herman, ganhador de estrelas Michelin, e Nick Bril, Piet Boon e um time de designers. 

A iluminação foi levada muito a sério e inclui um grandioso chandelier, composto por 150 lâmpadas posicionadas na ponta de varas metálicas, que lembra um ouriço gigante. Todo o sistema de iluminação foi criado à medida pelo estúdio baseado em Beirute .PSLAB.

fonte: Yatzer

Canvas  by  andbamnan